• Feb
    07
    Author: Erick Pessoa

    Quem realmente curte viajar já começa a se divertir antes mesmo de embarcar. No meu caso, minhas viagens começam no rascunho do itinerário, planejando exatamente o que vou ver e fazer a cada dia e definindo as atrações que são imperdíveis. Também gosto de sair de casa com o máximo de coisas reservadas e pagas, como hotéis, traslados etc. Às vezes se gasta mais com isso, mas, pelo menos, consigo diminuir as chances de algo dar errado e eu deixar de ver algo que queria muito.

    Um tempo atrás, enquanto planejava minha viagem à Tailândia, me deparei com um site bem interessante, o Viator. Neste site, você pode reservar mais de 400 passeios diferentes em diversas cidades ao redor do globo, algo que pode ajudar muito, principalmente se você tiver pouco tempo para explorar tais cidades ou se você quiser fazer algo bem específico que seja complicado reservar sozinho.

    Posso dizer que testei bem o site, já que, de uma tacada só, reservei sete passeios para quatro pessoas, e a experiência foi super tranquila. Se você sabe o passeio que quer fazer, pode pesquisar pelo nome específico da atração, podendo limitar a busca por país, cidade e até datas. No meu caso, procurei pela lista dos passeios mais populares em Phuket e Bangcoc, pois não tinha ideia do que poderia visitar por lá. Depois de uma breve pesquisa, encontrei os passeios que imaginava e ainda tive ideias para outros passeios que sequer sabia da existência mas pareceram bem interessantes, como um tour pelas ilhas Phi Phi. É importante notar, também, que o site oferece algumas alternativas para o mesmo tour; às vezes, em vez de um dia inteiro, meio dia, outras vezes oferece transporte diferente e por aí vai.
    Quando você agenda o passeio, uma data é definida e eles até mesmo perguntam em que hotel você vai se hospedar, já que muitos passeios oferecem o translado do hotel para o local em questão. A página específica do passeio é bem completa, informando todos os detalhes, falando o que será visitado e visto, deixando o cliente bem a par do que está contratando. Você escolhe a data em que quer o respectivo passeio e adiciona ao carrinho de compras. Apenas tenha certeza da data do passeio, pois, apesar de poder modificar depois da compra, não é um processo fácil. É possível, mas não é algo direto, como devidamente explicado na FAQ do site. O pagamento é feito via cartão de crédito internacional, e os preços podem ser conferidos em várias moedas, como dólar e euro, mas não em reais, pelo menos por enquanto.

    Os passeios não são dos mais baratos, principalmente se você comparar com os preços locais, mas o Viator toma conta de você. O site envia um email para lembrar você de imprimir os vouchers dos passeios, confirma seu hotel e depois pede feedback de como foram os passeios. Além disso, recebemos confirmações dos passeios e dos horários em que a van nos buscaria no hotel sempre no dia anterior, através de um fax deixado na recepção do hotel em nosso nome. Além disso, os passeios são pagos com cartão de crédito, facilitando a vida e evitando, assim, que se ande com muito dinheiro por aí, além de não ter o risco de dar com o nariz na porta da atração fechada, seja por lotação ou por estar fechada exatamente naquele dia. A diferença de custo, no final das contas, é o preço que se paga por essas amenidades.

    Infelizmente tivemos alguns problemas durante a viagem e um dos integrantes acabou adoecendo, não podendo participar de dois passeios previamente comprados. Seguindo os termos e condições do site, entramos em contato em tempo hábil para pedir o reembolso dos valores. O site pediu sete dias úteis para análise do pedido e, após este prazo, o dinheiro já estava constando como reembolso no nosso cartão de crédito. De todos os sete passeios contratados, apenas um não foi totalmente satisfatório: o jantar tailandês com dança típica (leia aqui) tinha um menu sofrível, mas nem podemos acusar a Viator por isso, já que o menu não estava especificado. Também poderia haver mais informações no site sobre algumas atrações, como, por exemplo, os tours fotográficos de Paris, que não especificam o mínimo ou o máximo de pessoas por tour e, neste caso, faz diferença, já que o guia também é como um professor.

    Conversando com o diretor da Viator, Scott McNeely, ele nos confirmou a política da empresa de efetivamente testar os passeios e monitorar constantemente os feedbacks dos clientes para manter a boa qualidade, sendo que uma parte da equipe do site está alocada para encontrar novos passeios. Os gerentes de viagens visitam as operadoras locais pelo menos uma vez ao ano para checar se tudo vai bem.

    A Viator está traduzindo seu site para diversos idiomas. Já estão disponíveis, além do inglês, os seguintes idiomas: sueco, dinamarquês, espanhol, alemão, francês, norueguês e holandês. Português está nos planos, mas ainda não tem prazo para ser lançado. Se você é do tipo de pessoa que precisa de contato humano, existe uma linha telefônica disponível no site (atendimento em inglês).

    Eu com certeza vou colocar a qualidade do site Viator à prova contratando mais passeios, mas algo me diz que não vou me arrepender. Por que você não tenta?

    Viatorwww.viator.com

     

    Tags: internet,passeios,sightseeings,Viator
    Publicado 7th February, 2010 Categoria Sites 4 Comentários Positivo () Negativo ()
  • Deixar um comentário
  • Comporte-se e permanecer no tópico! Seu endereço de email não será publicado.
  • Nome (necessário):
  • Email (necessário):
  • Comentários:
Copyright 2009 - Vivo Viajando | Posts | Comments Design Concept by Tony Wang based on CarbonCMS. XHTML|CSS