• Jan
    13
    Author: Erick Pessoa

    O que aparentemente seria um a tarde longa e tensa acabou sendo uma experiência muito agradável. Minha namorada é fanática por comida tailandesa, especialmente Tom Yam Goong (uma sopa apimentada de camarão e coco), então decidi dar de presente a ela um curso de culinária tailandesa enquanto estivéssemos em Bangcoc, algo que tinha sido altamente recomendado por vários amigos que visitaram a cidade. Meu papel nisso tudo, além de agendar o curso, seria tirar fotos, já que sou um fracasso na cozinha, mal conseguindo fazer uma omelete que não seja crocante (com pedacinhos da casca do ovo).

    A primeira tarefa a ser cumprida é decidir qual menu você vai fazer. O curso oferece 7 conjuntos diferentes, com 4 pratos cada um, mas o detalhe é que cada conjunto é alocado para um período específico no calendário, o que significa que não é no dia que você quer, mas sim no dia em que o curso estiver disponível. Por sorte, dos 7 dias que passamos em Bangcoc, o tal prato que queríamos aprender era parte do menu da última tarde em que estaríamos na cidade. Cada curso dura 4 horas, por isso oferecem conjuntos separados na parte da manhã e na parte da tarde, com pratos completamente diferentes. Você tem que checar o site deles e ver o que mais lhe agrada e o que se encaixa na sua programação de viagem. O preço do curso inclui absolutamente tudo, desde o translado hotel-curso-hotel até os ingredientes utilizados na aula; assim, os 1800 bahts tailandeses (algo em torno de 95 reais) acabam sendo bem razoáveis, levando-se em consideração que você ainda vai comer o prato que preparar. Este último argumento me deixou com receio de passar fome, já que, como escrevi acima, cozinhar não é minha grande habilidade.

    Acredito que não fui o primeiro inexperiente na cozinha que tenha frequentado o Baipai, já que os menus sempre oferecem pratos relativamente fáceis de preparar e as aulas são extremamente bem organizadas. A “aula” é dada em uma casa totalmente preparada para aulas de culinária. Temos um chef tailandês que fala inglês com um sotaque bem carregado e, por isso, há uma assistente que fala inglês com perfeição, para deixar bem claro o que o chef espera de nós. Mesmo sendo a “estrela”da mesa, nosso chefe Wat foi extremamente paciente e simpático, o oposto do Chef Remsey do programa de TV Hell’s Kitchen, por exemplo. Ele definitivamente ajuda os novatos como eu a prepararem algo que podemos definir como… “comível”.

    Nossa anfitriã (a assistente) apresenta o chef e explica como o curso funciona. Ela nos entrega um pacote/envelope com as receitas do conjunto e, no verso, espaço para anotarmos o que quisermos (o pacote inclui uma caneta). Somos convidados a deixar nossos pertences no andar de cima e buscamos um avental e uma toalha. Podemos tirar quantas fotos quisermos da nossa performance ao longo do curso.

    Sentamos em uma bancada ao redor de um fogão, onde nosso chef vai nos mostar um prato de cada vez. Não se preocupe com a questão de onde sentar, já que há um espelho enorme no teto que permite ver em detalhes o que acontece dentro da panela. O que me impressionou mesmo foi que, enquanto o Chef Wat e sua assistente Mickey explicavam todos os detalhes de cada ingrediente de cada prato, outros membros da equipe já preparavam os ingredientes e distribuíam para nós na bancada, juntamente com os utensílios que iríamos utilizar. Não pense que você não terá trabalho; ainda terá que picar cebola e alho, assim como triturar pimenta e outros ingredientes para sentir como é o preparo do prato. Depois de observar o Chef Wat, é nossa vez de tentar fazer o prato sozinho. Cada um de nós tem acesso a um fogareiro de uma boca e uma pequena mesa para cozinhar o prato. O Chef Wat, sempre presente, passa por cada um dos alunos para checar como eles estão se saindo e dando dicas. Enquanto isso, Mickey tira diversas fotos nossas com a mão na massa. Recebemos nossas fotos 5 dias depois de participar do curso.

    Após terminarmos o preparo do prato, levamos o “resultado” à mesa e o saboreamos. Se, por azar, o seu prato tiver ficado impossível de comer, não se preocupe, você sempre pode degustar o “prato-exemplo” feito pelo chef (eu, particularmente, experimentei todos). Esse procedimento de comer logo depois de preparar cada prato é perfeito, pois o curso começou às 13h30 e a van nos buscou às 12h40, ou seja, não tivemos tempo para almoçar. Comer aos pouquinhos nos salvou da fome.

    Terminado um prato, hora de voltar à bancada. A equipe já disponibilizou os ingredientes para o próximo desafio e limpou qualquer bagunça que tenhamos feito durante a confecção do prato anterior. O último prato do curso, depois de pronto, é levado por nós até o segundo andar, onde é degustado juntamente com uma bebida (paga à parte), e, se você quiser, poderá comprar ali mesmo na escola os ingredientes e utensílios utilizados durante o curso. É bom frisar que em nenhum momento nos sentimos coibidos a comprar os produtos. Durante o preparo, eles deixaram bem claro que tudo poderia ser facilmente encontrado em qualquer supermercado. Nós compramos a pasta de chili tailandês simplesmente porque não teríamos tempo de procurar. Com o último prato à mesa, era hora de agradecer ao chef e saborear nosso “trabalho”. Como presente de despedida, todos nós ganhamos um ímã de geladeira com nossa foto cozinhando. Bem legal.

    Não há falhas a apontar no curso. Você não aprende apenas a cozinhar seguindo uma receita, já que o Chef Wat explica as razões do uso de cada ingrediente e o que pode ser usado para substituir. Se você estiver procurando algo divertido, diferente e educativo para fazer durante meio período em Bangcoc, esta é uma “atração” altamente recomendada, já que até mesmo um cara como eu, um zero à esquerda na cozinha, conseguiu cozinhar coisas que antes considerava impossíveis.

    Sitewww.baipai.com

    Preço: 1800 Thai Bahts (cerca de R$ 95,00)
    Você pode fazer reserva pelo site e pagar com cartão de crédito ao final do curso.

    Duração: 4 horas. Manhã: 8h30 às 12h30. Tarde: 13h30 às 17h30

     

    Tags: Baipai,bangcoc,Bangkok,cooking course,curso de culinária,Thailand. Tailândia
    Publicado 13th January, 2010 Categoria Bangcoc 0 Comentários Positivo () Negativo ()
  • Deixar um comentário
  • Comporte-se e permanecer no tópico! Seu endereço de email não será publicado.
  • Nome (necessário):
  • Email (necessário):
  • Comentários:
Copyright 2009 - Vivo Viajando | Posts | Comments Design Concept by Tony Wang based on CarbonCMS. XHTML|CSS