• Oct
    06
    Author: Erick Pessoa

    O nome já impõe certo respeito. Mesmo fazendo parte do grupo Hilton, os hotéis que carregam essa marca oferecem um nível de serviço superior, do que se espera em um hotel onde a diária mais barata não é menos que 300 dólares (sem café-da-manhã, claro). A filial de Xangai não fica atrás do eu estava esperando.

     Eu confesso que amo me hospedar em hotéis. Logicamente quanto mais confortável, melhor. Juntei dinheiro por seis meses para passar apenas uma noite aqui mesmo em Xangai, cidade que por um acaso estou vivendo. A localização do hotel não poderia ser melhor; de frente para a Bund, que é a rua de pedestres em frente ao rio Huangpu, permitindo ver do outro lado a moderna área de Pudong. O quarto que escolhi, logicamente foi o mais barato e não ofereceria a tão sonhava vista para o rio e sim para rua lateral. Antes mesmo da minha hospedagem, recebo um email do hotel perguntando se preciso de um carro para me buscar no aeroporto e se teria algo que poderiam fazer para tornar a minha estadia ainda mais confortável. Só para testar para ver se era algo automático do sistema de reservas, eu respondi com uma pergunta sobre a piscina e em menos de 30 minutos recebo a minha resposta. Realmente um atendimento diferenciado.  

     Na minha chegada, com uma modesta mala de mão e minha mochila com o meu computador, prontamente sou guiado através deste histórico prédio pelos seus corredores de mármore até outra ala do hotel, uma ala mais moderna. Pelo fato de participar do Hilton Honors me foi oferecido um upgrade de quarto caso eu quisesse esperar um pouco já que o quarto ainda não estaria pronto. Logicamente não hesitei em aceitar e fui direcionado ao business lounge, no terceiro andar para aguardar enquanto meu quarto fica pronto. Enquanto aguardo, tenho à minha disposição refrigerantes, café, chá e suco, além e claro de alguns biscoitos, tudo cortesia. Bem, depois de pagar tão caro pelo quarto, era de se esperar ao menos isso. Vale dizer quer para nerds como eu, o hotel oferece WiFi gratuito que cobre o hotel em sua totalidade. 

     Não esperei muito e em 20 minutos fui acompanhado até o meu quarto, no 11o andar. Valeu a espera, me deram um upgrade para um quarto com vista para o rio Huangpu. Ok, não é das melhores vistas já que estou na ala de trás e o meu andar não é do mais alto mas posso ver os icônicos prédios como a Pearl Tower e o SWFC (o que parece com um abridor de garrafas). 

     O quarto em si é enorme. Tem closet, banheiro com mármore em todos os locais e uma estrutura tecnológica incrível desde conexão ethernet (internet rápida mas paga) até Bluray player. Tem uma caixa com diversos cabos que permite você conectar seu celular, computador ou iPad com a TV para escutar música ou assistir vídeo. Tudo que se pode imaginar em termos de conforto, é oferecido. 

     Todos os produtos de higiene pessoal são do Salvatore Ferragamo e até a privada parece de ficção científica com sensor de aproximação, com termostato no acento e mais diversos controles. Nunca foi tão divertido usar o banheiro, ainda mais que este é extremamente amplo com uma banheira e o chuveiro e lavabo são independentes. 

     À cabeceira da cama existe um terminal de controle touchscreen que controla não só o despertador mas também as cortinas, temperatura do quarto , luzes e até conecta com o serviço de camareira. 

     A piscina é de tamanho considerável e oferece até um vestiário para evitar exatamente que hóspedes andem encharcados pelo hotel. Aberta das 6 às 23, é uma boa pedida para aquele exercício antes de dormir. Se for um insone, não tem problema, a academia, com equipamentos de última geração funciona 24 horas por dia. 

     Se  você assim como eu quer gastar o máximo de tempo possível dentro do hotel já que está pagando uma fortuna, o Waldorf Astoria Xangai oferece mais um bom pretexto; seu prédio histórico. Localizado no que antigamente era o mais elegante clube de cavalheiros de Xangai, o prédio neoclássico é de 1911 e foi totalmente restaurado, sendo um dos poucos prédios em Xangai a ser totalmente preservado daquela época então ler uma revista ou tomar um chá em seu imenso hall já é algo a ser divertir. Se curte drinks, altamente recomendável é o Long Bar, que tem uma bancada com impressionantes 34 metros de comprimento e um ar bem de gentlmen’s club com um toque moderno, oferece drinks desde clássicos criados pelos famosos bartenders da filial de Nova Iorque até a nossa famosa caipirinha. O divertido foi ter achado outro drink com cachaça chamado Latin Lover, que mistura cachaça, tequila, suco de limão e laranja. Este bar também é famoso pela suas ostras mas se prepare pois os drinks não saem por menos de 15 dólares.

     O que posso dizer que valeu cada centavo da hospedagem. 

    Tags: hotel,Xangai,Shanghai,china,Bund,superior
    Publicado 6th October, 2012 Categoria Xangai 0 Comentários Positivo () Negativo ()
  • Deixar um comentário
  • Comporte-se e permanecer no tópico! Seu endereço de email não será publicado.
  • Nome (necessário):
  • Email (necessário):
  • Comentários:
Copyright 2009 - Vivo Viajando | Posts | Comments Design Concept by Tony Wang based on CarbonCMS. XHTML|CSS