• Aug
    20
    Author: Erick Pessoa

    Se você visitar a Nova Zelândia e curte esportes de aventura, a cidade de Queenstown é parada obrigatória. Considerada por muitos a capital mundial de esportes radicais, foi aqui que um das mais loucas aventuras foi inventada: o Bungy jump.

    Opções para bungee jump em Queenstown são diversas mas a mais charmosa na minha opinião é o salto da ponte Kawarau pois lá foi onde se estabeleceu o primeiro salto de bungee comercial pelos pioneiros Henry Van Asch e AJ Hacket, quem em novembro de 1988 saltou de bungy da Torre Eiffel e tornou o bungy algo conhecido no mundo todo. Logo após essa jogada de publicidade (que custou 10 minutos de prisão para AJ Hacket), eles abriram a estação de bungy na ponte Kawarau.

    Este ponto não é o mais alto (este tem 43 metros de altura) e talvez não seja o que gere mais adrenalina mas como foi o primeiro, tem um valor histórico. O salto é sobre o rio e você pode escolher que se quer tocar na água ou até mesmo total imersão mas seja claro com o que queira e as vezes por condições diversas, isso pode não ocorrer. 

    Mesmo tendo esse ar rebelde de esporte radical, o processo todo é altamente profissional. Nós compramos o pacote via Viator e isto incluiu o transporte do centro de Queenstown até a estação de salto, o salto em si e a volta. Se você só quer assistir seu parceiro saltar, existe a possibilidade de pagar apenas o transporte (algo em torno de 20 dólares, se não me engano). O tour oferecido pela Viator oferece três partidas; 9:15PM, 12:00PM e as 2:40PM mas se você estiver de carro, fica apenas 20 minutos do centro de Queenstown assim terá mais maleabilidade com o horário.

    Depois de aproximadamente 40 minutos no ônibus, chegamos na estação do salto, que fica em uma garganta com um rio relativamente caudaloso na base. De rústico, a estação não tem nada. Toda bem planejada, tem um pequeno museu explicando como as cordas são feitas e demonstrando toda a segurança, tudo altamente profissional. O espaço também é planejado para entreter mesmo quem não vai saltar e está ali apenas para incentivar ou fotografar o parceiro aventureiro. Falando em fotografar, no preço do tour (ônibus e o salto em si) fotos e vídeos não estão inclusos mas por mais 80 dólares neozelandeses você pode comprar o kit photo e DVD, que te dá direito à baixar do site deles suas fotos em alta definição, um filme do seu salto e um pacote de fotos impressas e cartões postais. Tenho que dizer que até por trabalhar com cinema, o vídeo é super bem editado, considerando que eles fazem esse trabalho todo em torno de 15 minutos. São diversos ângulos, desde uma câmera no topo da plataforma até uma mais distante para dar uma visão geral. Vale cada centavo, tenho que dizer. Se não quiser gastar mais dinheiro, uma camiseta ao menos está garantida, pelo menos para provar aos amigos que você saltou. 

     Assim que você chega, você irá se pesar para que o pessoal da plataforma calcule o comprimento da corda que você vai usar. Nessa hora que você deve dizer se quer tocar a água ou não. Crianças com mais de 10 anos e qualquer pessoa com mais de 35 quilos e menos de 235 quilos podem saltar. Ah sim, tem que ser mais alto que 135 cms. Após isso, é só caminhar até a ponte, entrar na fila, tomar coragem e saltar. Tem um deck de observação para as pessoas que estão ali para dar apoio moral e é um ótimo ponto para tirar fotos e filmar. Depois do seu salto, você tem que segurar em um cano para que a equipe de "resgate" te puxe para o bote e te leve até a margem. Logo que você é puxado para o barco, o pessoal de apoio te mostra uma camera lá em cima, para onde você deve olhar pois ela além de filmar vai tirar uma foto da sua cara ou de êxtase ou de morto. :) 

    Eu adoraria ter a coragem para saltar pois parece ser uma experiência incrível. Altamente seguro, com uma equipe de apoio extremamente simpática e prestativa, como quase tudo que experimentei na Nova Zelândia, um país excepcional. 

    AJ Hacket Original Kawarau Bridge Bungy Jump

     Custo (com translado do centro de Queenstown) - NZ 180 (se quiser o pacote com fotos e DVD + NZ 80) via Viator.

     Site Oficial: http://www.bungy.co.nz/brazilian

    Tags: Nova Zelândia,Esporte Radical,Queenstown
    Publicado 20th August, 2012 Categoria Queenstown 0 Comentários Positivo () Negativo ()
  • Deixar um comentário
  • Comporte-se e permanecer no tópico! Seu endereço de email não será publicado.
  • Nome (necessário):
  • Email (necessário):
  • Comentários:
Copyright 2009 - Vivo Viajando | Posts | Comments Design Concept by Tony Wang based on CarbonCMS. XHTML|CSS