• May
    24
    Author: Erick Pessoa

    Uma das atrações imperdíveis em Bangcoc, o complexo do Grande Palácio é enorme. Com uma área de 218 mil metros quadrados, este foi construído em 1782 quando a ordem foi restaurada no antigo reino do Sião, depois da queda de Ayutthaya. O Imperador Rama I decidiu centralizar toda a administração do governo em um único lugar no mesmo complexo de sua residência, mudando-se de Thonburi para este local em Bangcoc.

    Com mais de 40 prédios, esteja preparado para andar bastante. De todoso as construções, apenas três prédios realmente podemos entrar; o Templo do Buda de Esmeralda e duas salas do trono (estas somente durante dia de semana) mas isso não diminui a imponência do complexo. Com suas torres douradas e telhados verdes reluzentes, com certeza irá tirar o seu fôlego.

    Preste atenção em cada pequeno detalhe ao redor dos prédios. Você irá ver várias esculturas de criaturas mitológicas adornando telhados e bases de estátuas. Um prédio no sub-complexo de Wat Phra Kaeo é especialmente interessante. O templo é o mais sagrado de toda a Tailândia e guarda entre suas paredes o místico Buda de Esmeralda (que na verdade é feito de jaspe). Para vê-lo, você tem que tirar os seus sapatos e usar meias (entrar com pés descalços não é permitido dentro do templo) e seguir a fila de devotos para ver, bem de longe, uma estátua de 45 cms do Buda sentado, que de acordo com a lenda, tem mais de 2000 anos. Ele foi encontrado em 1434  e está dentro desde templo de sde 1785. Também é interessante ressaltar que a estátua tem sua vestimenta alterada de acordo com as estações do ano.
    Outro ponto alto do palácio são seus painéis, narrando diversas lendas tailandesas. São no total 179 painéis que foram pintados no século XVIII. Estes painéis passam por constantes renovações e restaurações por causa da umidade, por isso suas cores e detalhes são de saltar aos olhos.

    A estrutura de turismo, como em toda a Tailândia, é muito boa. Muitas placas em inglês, assim como diversos tours oferecidos. Apenas tenha cuidado com o seus pertences antes de entrar no palácio já que tem muitos ambulantes do lado de fora tentando empurrar quinquilharias ou até mesmo outros passeios. Evite-os e siga direto para a entrada do palácio. Se você não é parte de algum grupo/tour, uma boa dica é o audioguia por 200 bahts (em torno de 12 reais) que irá explicar a história e a utilização de cada um dos prédios principais.

    Uma observação importante; o palácio e o templo são considerados solos sagrados então o visitante tem que estar vestido de forma apropriada ou não será permitida sua entrada. Nada de chinelos ou sandálias a não ser que esteja de meia. Homens nem pensem em usar camisa regatas ou bermudas. Todas as camisas tem que ter mangas. Mulheres, nada de saia curta ou até mesmo calça “saint tropez” ou ombros descobertos. A segurança do complexo vai te barrar na entrada se você não seguir estas regras. Se mesmo assim você acabou esquecendo de algum desses detalhes, ainda há esperança. No lado direito da entrada principal existe uma cabine onde te “emprestam” uma roupa para se cobrir (uma saia ou camisa) . Eles irão te pedir que deixe seu passaporte ou cartão de crédito, que você pode apanhar quando terminar o passeio.

    É clara a razão por este passeio ser um dos mais badalados de Bangcoc mas esteja preparado para disputar espaço para poder tirar aquela foto inesquecível pois com certeza irá ter muitos turistas ao seu redor.

    Informações Úteis:
    Entrada: 350 bahts (por volta de  20 reais)
    Horário de Funcionamento: Das 8:30AM as 3:30 PM
    como chegar 

    Tags: Bangcoc,Rama I,Buda de Esmeralda,Palácio,painéis
    Publicado 24th May, 2010 Categoria Bangcoc 0 Comentários Positivo () Negativo ()
  • Deixar um comentário
  • Comporte-se e permanecer no tópico! Seu endereço de email não será publicado.
  • Nome (necessário):
  • Email (necessário):
  • Comentários:
Copyright 2009 - Vivo Viajando | Posts | Comments Design Concept by Tony Wang based on CarbonCMS. XHTML|CSS