• May
    17
    Author: Debora Gemignani

    Se você pensa que passear pela Vila Madalena já é algo fora da rota turística de São Paulo, está enganado. Antigamente o bairro era conhecido por ser reduto de músicos e artistas plásticos, mas hoje ficou conhecido principalmente pela bohemia e botecos de beira de calçada. 

    O bairro sempre foi muito conhecido por ter muitas lojinhas artesanais,  artistas  vendendo bijuterias nas ruas é um diferencial da capital paulistana, mas sempre se reinventa.

    Caminhando pelas ladeiras, descobri quase que timidamente um espaço bem alternativo  misturando um pouco de tudo, que fica mais interessante.

    É o Espaço + Soma. Situado na Rua Fidalga, este galpão abriga uma loja divertida e super colorida, galeria de exposição, café que vira bar, um modesto palco para shows e dj’s, um mezanino para uma segunda exposição e nos fundos de tudo isso existe a Kultur, um escritório de design de tendências. 

    O inicio de tudo começou apenas com um site e uma revista gratuita de arte, musica e cultura independente. Em 2009 os editores resolveram criar um espaço físico e o nomearam de Espaço + Soma - um espaço cultural multidisciplinar. 
    Logo na entrada fica uma lojinha de objetos garimpados pelo mundo todo. Desde livros de toy art e design, quadros e posters, objetos de decoração, tudo muito colorido e divertido.

    Descendo as escadas, ao lado direito você já encontra um simpático café que a noite vira barzinho onde vende-se cerveja de garrafa – algo bem apreciado na região. Seguindo pelo salão, existe o espaço com as exposições, onde a noite abrem-se mesas para apreciar shows ou ouvir o som do DJ convidado da noite.

    Hoje você encontra a Exposição Fodido e Xerocado. Os painéis foram cobertos por cola de  farinha, xerox PB e fotos. Essa idéia foi realizada pelos artistas Daigo Oliva e Mateus Mondini, sendo uma amostra fotográfica da cena punk nos últimos anos. Nas fotos você vê bandas como Ratos do Porão, Olho Seco e Cólera. 

    Toda sexta feira existe o Happy Hour do Soma, onde sempre existe um DJ convidado para animar o ambiente. No dia que conheci era o DJ Tamenpi, conhecido pelo som mais hip-hop.

    Gente descolada, moderna, divertida, na faixa dos 30 aparece por lá.

    Este ambiente é eu ótimo lugar para jogar conversa fora, paquerar ou simplesmente apreciar uma boa cerveja com um som gostoso de fundo.

    Importante dizer que o happy hour não acontece todo dia e o estilo do bar é bem diferente da maioria dos da Vila Madalena.

    Ele é dentro da Galeria e não nas calçadas como o que se encontram pelos bairro.

    Serviço:

    como chegar
    Terça a sexta, das 12h às 20h. Sábado das 13h às 20h. 

    Entrada gratuita

    Espaço +Soma (Espaço Cultural/Loja/Café)
    Rua Fidalga 98 - Vila Madalena - São Paulo - SP
    Informações - info@maissoma.com / 11 3031.7995
    Terça a quinta-feira das 12h as 20h
    Sextas e sábados das 12h a 0h
    Por enquanto não aceitam cartões de crédito ou débito

    Tags: São Paulo,cultura,
    Publicado 17th May, 2010 Categoria São Paulo 2 Comentários Positivo Negativo
  • Apr
    13
    Author: Debora Gemignani

    Imagina um lugar colorido, divertido, com ótimo atendimento, muitos, mas muitos tipos mesmo de sanduíches e milk-shakes. Tudo no bom estilo dos anos 60, mas com aquela modernidade do século XXI. Essa é a Lanchonete da Cidade. Um restaurante que serve desde pratos do dia até o melhor cachorro quente de São Paulo considerado por um júri criteriosíssimo da Revista Época em 2009.Para falar sobre a Lanchonete é necessário ir muitas vezes ao lugar porque cada vez que você entra é uma experiência nova e ao mesmo tempo você tem a sensação de que frequenta a casa há anos!

    O principal hamburguer da lanchonete é o famoso “Bombom”, sua carne é a base de todos os hambúrgueres. São 220 gramas de carne coberta com molho de tomates frescos e servida no pão francês redondo especialmente desenvolvido pela casa. Acompanhamentos clássicos como queijo, salada e bacon podem ser escolhidos como complemento. Com a base do Bombom, só que com 180 gramas, 15 deliciosas opções são apresentadas. O Tropicália é um exemplo: hambúrguer recoberto com fatias chapeadas de lingüiça levemente picante, molho acebolado com tomate, queijo da casa misturado com provolone e um pouquinho de maionese.

    O meu favorito de lá definitivamente é o Milk-shake de Ovomaltine com o Hamburguer Amarelinho no Prato. Esse kit pode paracer uma "bomba", mas garanto que você sai de lá muito mais feliz do que entrou.

    Para petiscos peça sem dúvida de errar a batata rústica. É um tipo de batata frita, mas que eles fazem uma mistura que além de bonita fica muito mais gostosa de comer.A lanchonete é tão moderna que inovou e vende também sua própria mostarda. Para quem gosta de condimentos vale a pena levar uma para casa. Ela tem um tempero mais forte das do que você encontra no mercado, e foi feita especialmente para comer com hamburgueres e cachorro-quente.Aliás, o cachorro quente da Lanchonete ganhou por 3 anos seguidos ( 2007, 2008 e 2009) como o melhor cachorro quente de São Paulo! As salsichas são preparadas com carnes suína e bovina, cozidas em caldo de galinha e depois grelhadas. Na hora do pedido, os garçons anotam se o cliente prefere o pão macio tradicional ou uma baguete crocante, eu prefiro a baguete! A minha dica é o x-totó. Nele vem também o queijo estepe derretido e um molho de tomate fresco cheio de pedacinhos de tomate (R$ 15,50). Para paladares mais fortes, cai bem o vira-lata, cuja receita combina creme à base de gorgonzola e vinagrete de repolho (R$ 14,50).

    Um dica importante! Se você quiser comer um Beirute por ali, esquece! Eles além de não servirem, indicam o Frevo - um restaurante tradicionalíssimo na região dos Jardins que fica 3 ruas abaixo ( no caso, a Rua Oscar Freire!). 

    Endereços:
    - Alameda Tietê, 110, Jardim Paulista, 3086-3399. 12h/2h (sex. e sáb. até 3h). Cc.: todos. Cd.: todos. Cr.: todos (seg. a sex. até 17h). Estac. c/manobr. (R$ 7,00 seg. a sex. até 17h; R$ 12,00 nos demais horários). Entrega em domicílio.  

    - Shopping Cidade Jardim, 3552-9000. 12h/23h (sex. e sáb. até 0h; dom. até 22h). Cc.: todos. Cd.: todos. Cr.: todos (seg. a sex. até 17h). Estac. (R$ 6,00 por duas horas)Avenida Macuco, 355, Moema, 3569-8252. 12h/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc.: todos. Cd.: todos. Cr.: todos (seg. a sex. até 17h). Estac. c/manobr. (R$ 7,00 até 18h; R$ 12,00 nos demais horários). Entrega em domicílio. 

    Site: http://www.lanchonetedacidade.com.br/

    Como chegar

    Tags: lanchonete,restaurante,são paulo,brazil,brasil,cachorro quente,hotdog
    Publicado 13th April, 2010 Categoria São Paulo 1 Comentários Positivo Negativo
  • Mar
    20
    Author: Debora Gemignani

    São Paulo é uma cidade conhecida por ter ruas pontuais. Ruas que têm de tudo sobre um mesmo assunto ao longo de todo o seu percurso. Algumas delas são comerciais, outras gastronômicas.  

    A dica de passeio, cultura e curiosidade é a Rua Augusta. 

    Essa rua é tão curiosa que falo apenas do Lado B de seus quase 3km divididos pela Av. Paulista, passando do lado chique e glamoroso dos Jardins, para o lado underground, muito conhecido pelos paulistanos como Baixo Augusta, que é mais perto da região Central de São Paulo. 

    Nos anos 60, o Baixo Augusta era ponto de paquera, onde os adolescentes passeavam bem vestidos e as jovens subiam e desciam as ruas para olhar os moços em seus carrões. Na década de 70, as pistas de dança caíram no gosto da rua e o meretrício também circulava por lá, mas foi nos anos 80 que a rua foi caindo no esquecimento e ficou mais feia. 

    A mania entre os frequentadores de nem descerem de seus carros, só abaixarem os vidros e as damas da noite se reclinarem com seus corpos estendidos pela rua propondo negócios era algo bem banal e visto diariamente até hoje. 

    Por volta de 2005, o clube Vegas foi inaugurado e deu uma reviravolta na rua.

    Esse clube trouxe, aos poucos, o glamour de uma casa noturna descolada, de ter gente bacana por perto, DJs interessantes, tudo mais exclusivo.

    E com seu sucesso vieram outras casas, outros bares, cada vez crescendo mais e mais.

    Atualmente, o Baixo Augusta é uma das ruas que virou ponto obrigatório da noite paulistana. 

    O interessante é que as casas de prostituição e strip-tease não saíram dali. Tudo ficou misturado e convivem bem. 

    Além das casas noturnas e clubes privé, existem também bares e restaurantes e cinemas descolados, além de uma academia que funciona 24 horas e uma sorveteria vegana. 

    De fato, o Baixo Augusta é um mix interessante de se conhecer e analisar.

    O passeio por lá nunca é  igual, e a cada dia você pode encontrar um lugar novo, experimentar um som ou um sabor do momento, ou simplesmente ficar parado num boteco qualquer analisando o intenso sobe e desce da rua. 

    Sim, o mesmo sobe e desce da década de 60 continua, só os trajes mudaram. 

    Como Chegar 

    Lugares que vale a pena conhecer:

    Sorveteria Soroko ( Vegana)
    Rua Augusta, 305 

    The Pub Augusta
    Rua Augusta 576
    www.thepubaugusta.com 

    StudioSP
    Rua Augusta , 591
    www.studiosp.org 

    Vegas Club
    Rua Augusta, 765
    www.vegasclub.com.br 

    Z Carniceria
    Rua Augusta, 934
    www.zcarniceria.com.br

    Tapas Club
    Rua Augusta, 1246
    www.tapasclub.com.br 

    Yoi! Roll´s & Temaki
    R. Augusta, 1292 

    Kebab Salonu
    Rua Augusta, 1416
    www.kebabsalonu.com.br

    Espaço Unibanco
    Rua Augusta, 1475

     

    Tags: São Paulo,clubes,Rua,Brasil
    Publicado 20th March, 2010 Categoria São Paulo 1 Comentários Positivo Negativo
  • Feb
    20
    Author: Debora Gemignani

    São Paulo é conhecida por ser uma cidade que não para nunca. Esse fator é consideravelmente bom, pois a qualquer hora do dia e da noite se encontram bares e restaurantes muito bem qualificados por toda a capital.

    A dica de hoje é o Paris 6, um bistrô que fica no bairro dos Jardins, abre todos os dias e funciona 24 horas.

    O nome é uma homenagem ao Distrito 6 de Paris, onde foi fundado o primeiro café do país.

    O ambiente do Paris 6 é um luxo à parte. Ao chegar na madrugada, as luzes são mais amenas, com várias mesinhas bem decoradas.

    É um ótimo lugar para ir com amigos ou para ir a dois.


    Dica de aperitivos: Folhadinhos de brie com damasco (R$ 25) e Mini Hambúrgueres de Dijon (R$ 19).

    O bistrô oferece o menu on-line, o que é incrível nos dias de hoje. Pode-se acessar através do site: http://www.paris6.com.br/images/menu.pdf

    O cardápio é bem variado. A média por prato é de R$ 35.

    Para beber, peça um Pichet, que é o vinho da casa. Ele acompanha muito bem os aperitivos, ainda mais nas noites quentes do verão de São Paulo (duas taças por R$ 19).
    Informações Úteis:

    Endereço: Rua Haddock Lobo, 1240 – Jardins – São Paulo
    Twitter: @paris6
    Sitehttp://www.paris6.com.br/
    como chegar
    Tem serviço de valete na porta.

     

    Tags: Paris6,Restaurantes,São Paulo
    Publicado 20th February, 2010 Categoria São Paulo 1 Comentários Positivo Negativo
Copyright 2009 - Vivo Viajando | Posts | Comments Design Concept by Tony Wang based on CarbonCMS. XHTML|CSS